TIRANIA DA CONTINGÊNCIA
TIRANIA DA CONTINGÊNCIA
CONFIRA ALGUNS TEXTOS DO AUTOR
CONFIRA ALGUNS TEXTOS DO AUTOR
E. M. Pastore

E. M. Pastore

Nascido em Penápolis, cresceu e estudou em Brasília, onde trabalha e reside até hoje. Desde 2011, se envolve com a criação literária, tendo participado de diversas oficinas de escrita criativa.

TIRANIA DA CONTINGÊNCIA

TIRANIA DA CONTINGÊNCIA

Acompanhe Roberto Salvatore e seus amigos em uma viagem de descoberta e reflexão, buscando a ruptura do seu cotidiano em um dos maiores festivais de música do Brasil.

LEIA AGORA

LEIA AGORA

Navegue no universo de Tirania da Contingência e seus personagens. Mergulhe nesse mundo de música, transgressão e descobertas lendo os textos disponibilizados gratuitamente no site.

Últimos posts

  • Na Entrada

    Às vezes, o início de um festival é melhor do que o festival em si. Ninguém sabe ao certo se os shows serão bons ou desafinados, se aparece o sol ou se um tornado vai engolir a plateia. Mas você sente que algo grande está prestes a acontecer. ...

    Cinema Mudo

    Naquela altura, estamos tão perto do palco que o som deixa de ser a harmonia entre os instrumentos. O ritmo não é mais ritmo, a música não é música. O que nocateia nossos ouvidos é um tsunami sonoro, um campo de força. O barulho é tanto ...

    O que resta de nós

    Hurt, Johnny Cash. Ele está velho e enrugado, neste clipe. Rancoroso. Eles consideram que este vídeo é o seu epitáfio. Depois de sua morte, eles deram o prêmio de melhor clipe da história. A música não é dele. É do Nine Inch ...
  • Outro Fim

    Se fosse para escrever um roteiro fuleiro sobre a minha vida, seria assim: no final tudo dava errado, um cara arruinado perderia a mulher, o emprego, e lhe restaria ficar bebendo no balcão de um bar imundo, vestindo um chapéu miserável. Na volt...

    A Canção do Amor

    Atravesso a saída. Por trás das portas, fantasmas em frenesi. Um lugar pequeno, tanta gente, sem ninguém. Frases ensurdecedoras, vazias. Uma rotina desgastante, dum esforço consciente de sorrir, falar com desconhecidos e se lembrar do nome ...

    Trilhas do tempo: Into the Wild

    Lá fora, o arfar das folhas. Aqui dentro do quarto, na TV, passa Into the Wild, dublado. “Eu não entendo nada do mar. Mas sei que quando estou perto dele, me sinto vivo”. Essa foi uma frase da dublagem de Into the Wild. Nesta cena, o garo...